My Image

Atendimento diferenciado

Fazemos um atendimento diferenciado solicitando a presença dos nossos clientes em nosso escritório para a coleta de informações e documentos necessários para elaboração da DIRPF, e após a finalização e envio da mesma, fazemos  uma breve reunião para orientar cada cliente para o próximo ano.


Fazemos um atendimento diferenciado solicitando a presença do cliente em nossa sala de reuniões para a coleta dos documentos necessários e após a declaração uma breve reunião para maiores explicações.

My Image
1

Não se preocupe mais!

Conte com um escritório que sabe muito bem os procedimentos corretos e seguros para declarar seu Imposto de Renda.

A atitude correta para a sua Declaração de Imposto de Renda 2021

Miranda Contabilidade

My Image

Com a proximidade do prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda à Receita Federal, que todo ano costuma ocorrer entre março e abril, contribuintes ficam na dúvida se devem ou não procurar um especialista para ajudar a declarar o IR.


Somos uma equipe de profissionais de confiança para fazer a declaração. Isso porque será preciso passar todos os dados, documentos pessoais e informações sobre renda.


​​​​​​​Preencha abaixo que nós te ligamos

Confira os principais documentos necessários:

✓ Carne do IPTU

✓ Recibos/Notas Fiscais de Despesas Médicas, inclusive Convênio;
✓ Recibos de Compra/Venda de Veículos;
✓ Escrituras de Compra/Venda de Imóveis;
✓ Despesas com Educação (Titular e Dependente);
✓ Informe de rendimentos financeiros do titular e dependente (Pró-Labore,
✓ Salários, aluguéis, aposentadorias, pensão e benefícios);
✓ Informe de rendimentos bancário (Aplicações, Poupança, C/C, empréstimo);
✓ Informe de rendimentos de Previdência Privada;
✓ Recebimentos Oriundos de Processo Judicial;
✓ Relação de dependentes (Nome completo, CPF e data de nascimento).


Quem deve declarar?

1. Recebeu mais de R$ 28,559,70
de renda tributável no ano; ou
2. Ganhou mais de R$ 40 mil isentosnão tributados na fonte do ano; ou
3. Teve ganho com a venda de bens; ou
4. Comprou ou vendeu ativos na Bolsa em 2020; ou
5. Era dono de bens de mais de R$ 300 mil;
6. Passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2020 e ficou aqui até 31 de dezembro.